Notícias

Verão: estação exige maior cuidado com a pele para evitar câncer de pele

Exposição ao sol aumenta na estação do ano com mais idas às praias, piscinas e cachoeiras

Por Jacqueline Moura/Itatiaia | 22/12/2021 às 13:41
Pixabay
Foto: Pixabay

Já estamos no verão e vários cuidados com a nossa saúde devem ser redobrados. É nesta estação do ano que a exposição ao sol aumenta com mais idas às praias, piscinas ou cachoeiras. 

Entre 2018 e julho deste ano foram diagnosticados 184 mil casos de câncer de pele no Brasil, cerca de 46 mil novos casos a cada ano. É o tipo de câncer com maior incidência no mundo, e que poderia ser evitado com cuidados simples. 

De acordo com o oncologista da Unimed-BH, Amandio Soares existem três principais tipos de câncer: o não melanoma, carcinoma e melanoma. Este último representa em torno de 8 mil casos novos por ano no Brasil. “Apesar de ser o tipo menos frequente, é o mais agressivo. O melanoma apresenta uma tendência de se disseminar quando se comparado com outros tipos de câncer de pele”, alerta o médico. 

É importante ficar atento aos sinais da doença! “Quando você tiver uma lesão na pele de aparência elevada, brilhante, translucida, avermelhada, castanha, rosa e com crosta central, e que sangra facilmente ou alguma pinta preta ou castanha com textura diferente, com bordas irregulares, que cresce de tamanho ou alguma ferida que não sara, você deve suspeitar da possibilidade do câncer de pele”.

A exposição excessiva ao sol e a cor da pele são fatores de risco para o aparecimento do câncer de pele. Para isso, é necessário evitar o sol entre dez horas da manhã e três horas da tarde. Fazer o uso de roupas , chapéus e protetor solar de fator compatível com o tipo de pele. 

Segundo o oncologista da Unimed-BH, Amandio Soares, o diagnóstico precoce da doença vai aumentar as chances de cura do câncer de pele.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou