Notícias

'Isso não é sobre mim, é sobre nós', reflete Lina sobre sua passagem no BBB 22

A cantora, que participou do 'Mais você', refletiu sobre sua trajetória no programa

Por Estadão Conteúdo | 11/04/2022 às 12:05
Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

Linn tomou café com Ana Maria Braga nesta segunda-feira (11)

Nesta segunda-feira, 11, Linn da Quebrada, 12ª eliminada do BBB 22, participou do Café com Eliminado, quadro do Mais Você comandado por Ana Maria Braga. A cantora falou sobre o sentimento em relação à sua participação no reality show.

"Não vou mentir, eu fiquei muito triste por sair neste momento, porém estou muito grata por tudo que eu vivi lá dentro da casa, grata por ter conseguido passar por uma experiência dentro do programa que me humaniza."

"É uma experiência que vai para além de mim. Isso não é sobre mim, é sobre nós, é sobre o Brasil, é sobre como o meu corpo atravessa o programa e que histórias eu consigo contar", completou.

Lina é a segunda participante trans na história do Big Brother Brasil e a única a ter conseguido chegar no Top 10, já que Ariadna, do BBB 11, foi a primeira eliminada.

Sobre a representatividade que carrega, ela afirmou que é preciso servir de trampolim para que outras histórias sejam contadas.

"Eu acredito que na minha trajetória eu consegui contar um pouco disso, contar um pouco da minha história e espero que isso contribua para que a gente continue a continuar histórias de tantas outras pessoas trans e travestis."

Discurso do Tadeu e trajetória no reality

Tadeu Schmidt fez um discurso na eliminação de Lina que reforçou a importância da sua participação para quebrar preconceitos no País em relação ao tratamento de pessoas trans e travestis.

"Eu me sinto aliviada e sinto que eu posso ser acolhedora comigo mesma", disse ela em relação ao que foi falado pelo apresentador. Ela também refletiu sobre a sua trajetória no programa.

"Ser uma travesti aqui no Brasil, o País que mais mata travestis no mundo, e conseguir avançar esses 85 dias na casa, ter vivido tudo o que eu vivi, ter me exposto do jeito que eu me expus todos os dias em rede nacional, sair da casa e sentir que estou sendo amada, isso não tem preço."

A ex-sister ainda reforçou: "É possível e é preciso amar pessoas trans e travestis".

Outro assunto abordado foi Elza Soares. A última publicação no Twitter feita pela cantora, que morreu em janeiro deste ano, foi uma declaração de torcida para Linn.

Lina lembrou que quando fez a entrevista para entrar no reality show foi questionada sobre uma personalidade que a representasse e a escolha tinha sido Elza.

"Saber de tudo isso, saber que antes dela partir ela postou essa mensagem, me deixa muito feliz. Já me faz que eu me sinta campeã."

Análise sobre o jogo

Linn também refletiu sobre o que justificou a sua eliminação. "Eu acho que isso se deu no momento que eu tive maior poder de decisão dentro da casa", disse ela em relação ao momento em que foi líder.

"Em um gesto generoso dos meninos (Paulo André, Pedro Scooby e Douglas Silva), eles abrem mão e eu ganho a liderança", lembrou.

Contudo, ela acabou indicado PA ao paredão. "Eu sinto que esse foi um erro que foi responsável pela curva na minha trajetória", afirmou. "Devia ter indicado o Gustavo, mas não dá para voltar."
 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou