Custódio Pereira

20 de April de 2022

Por Rádio Itatiaia, 4/20/2022 às 9:46 AM

De anunciante ao comando do Brasil Caboclo

Ele era um ouvinte fiel da Itatiaia e um anunciante sempre presente na emissora. Custódio do Nascimento Pereira nasceu em 25 de dezembro de 1953, na zona rural de Pedra do Anta, ex-distrito de Teixeiras, na Zona da Mata mineira. Vindo do interior, da roça mesmo, como ele próprio gosta de dizer, Custódio Pereira sempre foi de levantar cedinho. Já em Belo Horizonte e trabalhando no ramo da joalheria, gostava de vir para a Itatiaia acompanhar do estúdio, o programa das 04:00 às 06:00 hs, que se chamava Disque Jeca e depois, Programa Edson Andrade. Neste horário, Custódio anunciava sua loja Ubirajara Jóias e estava sempre na emissora. Trazia um café quentinho e ficava fazendo companhia para o apresentador Edson Andrade, famoso pelo bordão “Tá bom, fio?” Até que um dia, o apresentador teve um pequeno problema de saúde, que o impossibilitou de continuar o programa e Custódio - que já podia tirar a carteirinha de ouvinte e espectador de tanto acompanhar o programa de dentro do estúdio, acabou inesperadamente assumindo o microfone e apresentando o programa, que tão bem conhecia. E a experiência de emergência deu tão certo, que ele passou a fazer as folgas e férias do Edson Andrade e virou um colaborador da Itatiaia. Assim ficou de 1981 a 1983. 

Depois de com uma certa prática, Custódio Pereira acabou assumindo o horário de 04:00 às 06:30 hs aos domingos. Nascia aí, o programa “Brasil Caboclo”, que foi ao ar de 01 de março de 1983 a 03 de março de 2006. A programação era bem a cara do Custódio e dos ouvintes que madrugavam, fosse por necessidade de trabalho ou por hábito mesmo: som de viola, música sertaneja, achados e perdidos, prestação de serviços, frases de para-choque de caminhão e muita informação de hora certa para quem estava começando o dia. 

Já familiarizado com este público, Custódio Pereira assumiu depois, no fim das noites de domingo, o “Itatiaia na Estrada - o programa do irmão caminhoneiro”, que ia ao ar após a Resenha Esportiva. Com seu jeito interiorano, falava para o pessoal que estava chegando das estradas, atualizando as notícias e com muita informação do trânsito. E continuava fazendo as folgas dos comunicadores nas madrugadas, das 04:00 às 06:00 da manhã. 

Custódio Pereira permaneceu na Itatiaia até 2006, mas como ele mesmo gosta de contar, estes 25 anos mais pareceram 50, porque quando não estava na rádio, continuava sonhando que estava na emissora, de tão apaixonado que era pela Itatiaia. E resume toda sua experiência, numa frase muito simbólica: “o rádio entra na vida da gente para não sair mais”.